Quarta, 13 Abril 2022 21:16

UNFPA e Setrabes assinam Memorando de Intenções para pactuação de parcerias institucionais

Avalie este item
(3 votos)
O Governo de Roraima, por meio da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) assinaram na manhã desta quarta-feira, 13, o Memorando de Intenções, para fortalecer e ampliar programas e projetos que visem o fortalecimento de ações para projetos temáticos nas áreas da educação, cultura, saúde e promoção ao trabalho e renda abrangendo mulheres em situação de vulnerabilidade.
A UNFPA, tem como finalidade principal contribuir para que as pessoas tenham acesso a serviços e insumos de qualidade e eficazes, atendendo aquelas em situação de maior vulnerabilidade, com boas práticas e iniciativas inovadoras para garantir o acesso universal à saúde e planejamento familiar e a zero violência contra mulheres e meninas.
Dentro desta perspectiva, segundo a secretária da Setrabes, Tânia Soares, pela parceria instituída desde 2018, e a presença da instituição de acolhimento e proteção em mais de 150 países, pela efetivação de trabalhos sociais abrangendo jovens, mulheres e idosos para promover seu bem-estar, subsidiando políticas públicas de proteção, desde a atuação da UNFPA no estado desde 2017, é válida a pactuação do memorando de intenções regulamentando estas ações e parcerias institucionais.
“A promoção do direito da população vulnerável é essencial para fortalecer as capacidades institucionais com a celebração de parcerias importantes como esta regulamentando este trabalho que já realizamos a alguns anos, contemplando também a proteção intersetorial para mulheres e meninas brasileiras e refugiadas, migrantes, indígenas e população LGBTQIA+ respeitando os princípios do Direito Internacional e das atribuições de cada parte”, destacou.
Segundo a representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant, dentre as  principais finalidades da celebração deste memorando, está a promoção do intercambio técnico e cultural, capacitações e implementação de outras atividades conjuntas de interesse mútuo ampliando a capacidade de resposta institucional e comunitária à emergência atendendo os grupos mais vulneráveis. 
“Temos trabalhado em várias áreas sociais, mais o nosso tema principal de atuação é a garantia dos direitos da mulher e a prevenção a violência contemplando outros grupos. Sem dúvida é um passo muito importante esta parceria para a efetivação desta ação social”, concluiu.
Ler 676 vezes Última modificação em Quarta, 13 Abril 2022 21:33